Arquivo

Archive for the ‘Esporte e saúde’ Category

Livro: Jogadas da vida, de Julio César de Souza

Sinopse

O livro expõe a vencedora trajetória de vida do ex-jogador de futebol Júlio César, que iniciou sua carreira no Corinthians, na época da Democracia Corinthiana. Aos 19 anos, já era bicampeão paulista de 1982-83. Passou por vários clubes do Brasil antes de Jogar na Europa, onde ficou por dois anos. Encerrou a carreira como atleta e foi trabalhar como representante comercial, carreira na qual também obteve sucesso, mesmo já apresentando sinais de surdez. Após ficar completamente surdo, voltou aos gramados, agora como educador de crianças surdas pelo esporte. Desenvolveu um projeto educacional único no Brasil que já beneficiou milhares de crianças surdas tomando-o como exemplo de vida.

Resenha

Algo importante a ser dito sobre esse livro logo de cara é que não se trata de um livro sobre futebol, ou melhor, não se trata apenas de um livro sobre futebol. Acima de tudo é um livro que narra a trajetória de uma pessoa que teve tudo pra dar errado, ou, que teve todas as oportunidades que se possa imaginar para ter desistido de seus objetivos, no entanto, escolheu sempre continuar. Seu nascimento por si só foi sua primeira batalha, e também seu primeiro lance de sorte (se é que se pode dizer isso, já que algo relacionado ao seu nascimento marcaria sua vida no futuro), já que a gravidez de sua mãe foi considerada uma gravidez de risco e foi recomendado que ela fizesse o aborto. A partir daí começa a trajetória vitoriosa, mas não sem muita luta, de Julio César de Souza, que é tão bem contada nesse livro.

O livro é escrito em primeira pessoa e apenas em alguns momentos Júlio César nos conta sua história na terceira pessoa, dando um tom de romance à sua narrativa. Ele começa contanto sua trajetória desde antes de seu nascimento quando seus pais ainda moravam no Chile, o que nos ajuda a compreender a personalidade deles e como ela o influenciaria. Toda a história é contada em paralelo com o cenário do futebol da época, nos dando a entender como sua trajetória estaria ligada intimamente com esse esporte. O livro também nos mostra a difícil trajetória de um jogador profissional desde o fim dos anos 70 até o início dos anos 90, esvaindo quase que por completo aquele glamour que nosso inconsciente coletivo parece gostar de acreditar que exista no futebol. O livro segue contanto a história de Júlio César até o fim de sua carreira como jogador profissional, o início de uma nova vida profissional, o desenvolvimento de sua surdez chegando até nos levar ao momento mais importante do livro (minha opinião, claro) que foi o desenvolvimento de um projeto pioneiro de inclusão social aos portadores de deficiência auditiva através do esporte.

Jogadas da Vida é um livro que acerta logo em sua introdução contando com uma belíssima apresentação do antigo locutor esportivo e apresentador Osmar Santos. Além dele outros nomes famosos no futebol também marcam presença com depoimentos emocionantes, como é o caso de Zé Maria, Leivinha, Joaquim Grava, Coutinho, entre outros. Embora se trate de uma biografia Jogadas da Vida também se enquadra como livro de autoajuda, mas isso não é chega ser um problema. Em momento algum o livro tenta ser um guia definitivo sobre como superar adversidades e não apresenta também nenhuma receita de bolo de como fazê-lo. A história de Júlio César serve como um exemplo de superação sem se cair para o piegas.

Osmar Santos - "Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha"

A parte mais emocionante do livro se dá no momento que Júlio César começa a apresentar todas as dificuldades que ele passou pra fazer acontecer seu projeto de inclusão social e quando ele nos dá um panorama das reais necessidades e dificuldades das pessoas com deficiência auditiva. Admito que o livro me ajudou a ter um panorama diferente das dificuldades passadas pelas pessoas surdas e a rever algumas posições que tinha quanto aos processos educacionais de maneira geral.

A razão que me levou a escolher essa leitura é que pude conhecer Júlio Cesar através de uma palestra  que ele ministrou em Sorocaba e que eu estava presente. Fiquei muito curioso pra saber  mais sobre aquele homem surdo que jogou pelo meu Corinthians, que conseguiu construir uma carreira bem sucedida longe do futebol e que se transformou, além de um educador ,  num palestrante de primeira.

Jogadas da Vida é um livro que merece muito ser lido, seja por nos apresentar uma época em que o futebol era completamente diferente de hoje em dia, seja pelo exemplo de superação, ou pelo incrível trabalho que ele foi capaz de realizar como ex-jogador e que pode beneficiar mais de três mil crianças e adolescentes diretamente através de seus projetos sociais. De tudo que Júlio César de Souza fez o mais importante trabalho realizado por ele foi o de ter escolhido fazer a diferença para milhares de pessoas.

Pra saber mais:

Instituto Jogadas da Vida: http://www.jogadasdavida.com.br/instituto.php

Esse post faz parte do Desafio Literário 2011 e o tema para o mês de fevereiro é biografia e memórias.

A melhor seleção de todos os tempos

Ontem foram definidos os jogadores que Dunga levará para a copa do mundo na África do Sul representando o Brasil, dos nomes escolhidos nenhuma surpresa. Com a divulgação dos convocados por Dunga no mínimo surgiu uma centena de escalações feitas desde o pessoal do bar até aqueles que fazem do esporte uma profissão (independente da área envolvida no esporte). O fato é que apesar das controvérsias, pitacos e especulações só o que nos resta agora é torcer. Torcer para que o time continue com a mesma postura pé no chão, sem o salto alto (astronômico) de seleções anteriores; torcer para que o futebol apresentado seja coerente com o discurso que tem sido feito que é de prover alegria e determinação que o povo espera ver. E acho que não custa nada esperar que essa seleção se mire no exemplo de pelo menos duas seleções, uma é a do Dunga antigo, que foi um exímio capitão em campo, onde todos jogavam com “sangue nos olhos”, era mais vontade de ganhar do que talento e isso foi decisivo para que o Brasil saísse dos 24 anos de espera por um título. E o outro exemplo, e principal deles, é para a seleção de 82, eleita por muitos, a melhor seleção de todos os tempos, que apesar de não terem conquistado a taça, foi sem dúvida nenhuma a seleção que encantou o mundo inteiro com seu espetáculo, sendo capazes de transformar o futebol em algo mágico.

O Brasil pode até não ganhar, mas nós queremos uma seleção do qual possamos nos orgulhar no presente e no futuro independente dos títulos conquistados.

É HOJE! VAI CORINTHIANS!

Hoje, as 9:45 o Corinthians estreia, no ano de seu centenário, a Copa Libertadores contra o Racing do Uruguai.

Falando bem a verdade não há nada demais nisso, é só mais um jogo como tantos que o Timão terá nesse ano, mas como bom Corinthiano que sou posso dizer que eu, bem como toda a nação Corinthiana estamos BABANDO E ANSIOSOS POR ESSE JOGO!!! Esperamos que o Corinthians vença e convença.

Não quero escrever mais nada sobre esse assunto, por isso vou colocar aqui a reportagem que foi ao ar no último Esporte Espetacular que resume bem o nosso desejo por esse título.

VAI CORINTHIANS!!!

Correndo atras – Transformando uma meta num projeto e aumentando as chances de sucesso

correndo-atras

Você conhece o Mário (calma essa não é aquela piadinha infame)? Se não conhece deveria conhecer e vou dizer o porquê a seguir.

Mário Guilherme compõe a equipe de jornalismo do Globo Esporte e é ele quem estrela a coluna do programa intitulada Correndo Atrás e devido ao sucesso também faz parte do Bom dia Brasil exibido todos os dias pela rede Globo.

Mário é uma pessoa como tantas outras que estão acima do peso e que engordaram muito num curto espaço de tempo, tudo isso como reflexo de uma baixa qualidade de vida (trabalho excessivo, noites mal dormidas, cansaço demais, etc). E como tantas outras pessoas em algum momento ele resolveu reverter essa situação e estabeleceu uma meta a ser atingida, decidiu perder 30 kg e correr uma prova de 10 km até dezembro.

Daí veio à ideia do blog e coluna Correndo Atrás, no blog você acompanha todo o andamento do projeto do Mário (SIM! PROJETO!), como ele mesmo diz abrindo a possibilidade de comentar seus avanços quando eles estiverem acontecendo e poder dar um puxão de orelha nele quando as coisas não estiverem indo como o planejado.

Analisando com calma as metas do Mário e o que ele se propôs a fazer fica fácil perceber que as chances dele conseguir atingir seus objetivos aumentaram muito porque ele pôde transformar o que era uma simples meta num projeto.

Uma meta pode ser simplesmente um número ou um objetivo a ser alcançado, mas enquanto não nos planejamos pra tornar essa meta concreta ela é só um sonho, é só uma grandeza qualquer. A partir do momento que ele estabeleceu um período para o cumprimento dessa meta podemos dizer que o Mário começou um projeto. Pela definição do PMI um projeto é “um esforço temporário empreendido para criar um produto, um serviço ou um resultado exclusivo”, ou seja, temporário quer dizer que o projeto do Mário tem um começo e já tem definido uma data para o termino (dezembro de 2009) e é nesse período que o Mário irá reunir seus esforços para atingir um resultado esperado que é perder 30 kg e correr uma prova de 10 km.

euvoucorrer10kmQuem estuda ou trabalha com gerenciamento de projetos tende a considerar algo como  um projeto quando apresenta três variáveis distintas que são escopo (objetivos do projeto), tempo e custo. Esses três elementos são a base para qualquer projeto e são perceptíveis no projeto do Mário que tem um objetivo a ser atingido num determinado espaço de tempo e com certeza tudo isso possui um custo de operação que merece atenção, pois embora não seja o elemento mais importante nesse exemplo um mal gerenciamento pode comprometer todo o projeto.

Para quem ainda pode resistir à ideia de encarar o desafio do Mário como um projeto nós podemos perceber outros elementos que também estão presentes em qualquer projeto, da construção de uma casa até uma viagem tripulada a marte, é lógico que cada um desses elementos sendo empregados com os rigores e complexidades compatíveis a cada projeto.

Vendo o projeto do Mário percebemos que ele não está fazendo nada sozinho, ele tem um time que envolve sua personal trainer, nutricionista, fisioterapeuta, etc (gerenciamento de recursos humanos). Percebemos também que existe vários interessados e envolvidos direta ou indiretamente ao longo de todo esse processo como familiares, amigos, o próprio time, a equipe de jornalismo do Bom dia Brasil como a do Globo Esporte, etc (Stakeholders). Para poder colocar em ação seu planejamento para atingir seus objetivos o Mário teve que considerar nessa mudança de hábitos a contratação de profissionais que compõe seu time, roupas adequadas, academia (gerenciamento de custos). Assim como também teve que pensar em estabelecer, junto com seu time é claro, um planejamento gradual das atividades e seu sequenciamento (gerenciamento de tempo) e assumir métricas quantificáveis e mensuráveis que permitissem monitorar e controlar seu avanço, necessário para que ele possa tirar um pouco o pé se estiver indo rápido demais ou apertar um pouco se começar a sair dos trilhos (gerenciamento da qualidade). E o Mário bolou um excelente meio de divulgar seu andamento para os principais interessados e envolvidos nesse projeto através de seu blog e da coluna no Bom dia Brasil, Twitter e Youtube (gerenciamento da comunicação).

Isso foi só como um exemplo, poderíamos continuar estendendo esse assunto até distribuir o projeto do Mário em todas as áreas de conhecimento que fazem parte dos principais modelos e técnicas de gerenciamento de projetos.

O Mário até aqui já pode fazer vários avanços, não só referente a seu peso como também a qualidade de vida, ou seja, ele não está só mais magro está também mais saudável e isso ficou visível em sua última avaliação física.

Existe ainda um árduo caminho para o Mário agora que ele está chegando a sua reta final e se até aqui ele conseguiu muita coisa é porque ele não se preocupou apenas em estabelecer uma meta, mas em desenvolver um plano para atingir essa meta num determinado espaço de tempo.

Uma abordagem por projeto não é garantia de sucesso, assim como também não é garantia de sucesso utilizar qualquer conjunto de melhores práticas (como os do PMI ou IPMA). Certezas não existem nessa área, mas o que pode ser dito sem sombra de dúvida é que a utilização de uma abordagem por projeto, como também a utilização de um conjunto de melhores práticas, contribuem para aumentar e muito as chances de se alcançar os objetivos com o menor impacto possível.

Fica então a dica, espelhem-se no exemplo do Mário e independente dos seus objetivos procurem planejar uma forma de tornar esses objetivos em algo concreto, possível e nunca se esqueça de correr atrás daquilo que você almeja.

Para acompanhar a evolução do Mário acessem os endereços abaixo:

PS: Não deixem de acessar o blog do Mário e deixar um recado pra ele, isso é muito importante agora que ele está chegando a reta final.

PARABÉNS TIMÃO! Corinthians 99 anos

99_anos_002_350O primeiro post do mês de Setembro não poderia ser outro senão esse, uma singela homenagem ao meu time do coração que hoje, 1º de setembro de 2009, completa 99 anos de existência, existência essa repleta de glórias, conquistas, sofrimento, angústia, mas acima de tudo de muito amor e alegria.

O Corinthians conhecido como time do povo tem uma torcida estimada em 25 milhões, a maioria concentrada dentro do estado São Paulo. Fundado por operários o Corinthians foi o primeiro clube de São Paulo a abrir as portas para as pessoas mais humildes, fato esse que tornou o clube desde a sua fundação um clube popular. Isso às vezes serve de motivo de chacota por parte de torcedores de outros clubes, mas nós não nos envergonhamos disso e temos é orgulho das nossas origens, por isso mesmo a torcida tem um grito de guerra que também ficou famoso “CORINTHIANO, MALOUQUEIRO E SOFREDOR GRAÇAS A DEUS”. O rol de famosos que são torcedores do Corinthians é bem extenso passando por nomes como Airton Senna, Heródoto Barbeiro, Toquinho, Ziraldo, Rubens Barrichello, Sabrina Sato, Hortência (rainha do basquete), Antônio Fagundes, Gabriela Duarte, Luciano Huck, Marília Gabriela, Serginho Groisman, Washington Olivetto, Antônio Ermírio de Moraes, o próprio presidente Lula é corinthiano, além de tantos outros que não caberiam aqui.

Então é isso, por tudo que o Corinthians foi e por tudo que ele é esse dia não poderia passar em branco e a partir desse dia em diante todo dia 1º de setembro será conhecido como Dia do Corinthians, porque o que faz do nosso clube tão grande somos nós torcedores.

Vista a sua camisa e vá as ruas, comemore O NOSSO DIA!

PARABÉNS TIMÃO!

Pra ver outro ótimo vídeo que vale muito a pena clique aqui.

Para ouvir os gritos da torcida ouça logo abaixo

Loucos por ti Corinthians
Corinthians minha vida

1969 – O ano em que tudo aconteceu

Definitivamente o ano de 1969 foi um ano que entrou para a história do Brasil e do mundo, era um ano no qual a guerra fria ainda imperava e que um dos seus principais símbolos estava no auge, à guerra do Vietnã; a sociedade norte-americana ainda vivia um intenso período de conflitos raciais enquanto assistia ao crescimento de um forte movimento de contracultura, os hippies, que encontrou seu momento máximo ao final dos ano 60 nos EUA e começou a se espalhar pelo mundo ao longo dos anos 70. Enquanto isso o Brasil que vivia entre a Jovem Guarda e o Tropicalismo entrava em seu mais sombrio capítulo da história que ficou conhecido como “os anos de chumbo” o período mais repressivo da ditadura militar que teve início com o AI-5 em dezembro de 1968.

E foi nesse período conturbado que aconteceram vários eventos que acabaram entrando para história e que de alguma forma se repercutem até os dias de hoje. Perceber isso não é difícil basta ligarmos o rádio, acessarmos uma página na internet ou vermos a TV que nos damos conta que alguma coisa esta comemorando 40 anos, são 40 anos do homem na lua, 40 anos de Woodstock, do funk (o funk de verdade não aquela coisa carioca que é bem mais recente), da GAVIÕES DA FIEL (Timão EO!), etc. Pensando nisso eu resolvi pesquisar um pouco e encontrei vários acontecimentos datados de 1969, existe inclusive um filme chamado “1969 O ano que mudou as nossas vidas” estrelado pela Winona Rider, Kiefer Sutherland, Robert Downey Jr, entre outros.

A seguir uma breve lista com alguns desses acontecimentos que marcaram época.

Leia mais

23 anos em 7 segundos: Uma história sobre futebol

Timao77poster Mais uma vez estou aqui pra falar de uma de minhas paixões, O CORINTHIANS, tomando como pretexto o documentário sobre futebol “23 anos em 7 segundos” que trata do fim do jejum corinthiano de 23 anos sem títulos. Pra quem estranhou o fato de eu ter colocado a expressão “documentário sobre futebol” ao invés de “documentário sobre o Corinthians” a razão é uma só, esse filme foi feito pra todos os corinthianos, é lógico, mas também foi feito pra todos aqueles que gostam de futebol. Mais do que uma história do Corinthians esse filme é uma história sobre futebol, ele traz depoimentos de jogadores que fizeram parte desse momento, não só do Corinthians, mas também da Ponte Preta com quem o foi disputada a final do campeonato paulista daquele ano, traz o depoimento de jornalistas e corinthianos famosos e é claro conta com a presença de ilustres desconhecidos da torcida que vivenciaram aquela época. O filme tem seu mérito por nos remeter a uma época em que o futebol ainda não era esse mercado milionário que é hoje, nos mostra o trabalho daqueles que fazem parte dos bastidores do futebol (preparadores físicos, comissão técnica, etc), uma época em que os estádios eram repletos de pessoas comuns (senhoras, pais de família, crianças) e não só de torcida organizada como é hoje e principalmente nos traz uma época em que os jogadores que faziam parte de um clube jogavam pela paixão que tinham por defender aquele escudo e não apenas pelo dinheiro ou fama.

clip_image001

O que mais eu posso dizer sobre o filme? Não sei, só sei que vale a pena e mesmo não tendo vivido essa época só posso dizer que é um relato emocionante de nossa história. De uma forma ou de outra tudo que nós somos hoje (corinthianos dos anos 80 em diante) se deve principalmente à essas pessoas, à esses HERÓIS!